Eu aqui de novo

mas só testando



Escrito por Rogerio Andrade às 18h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




CASA NOVA

Aqueles que achavam que o Thank God for Football estava morto se enganaram. O blog estava, na verdade, em coma. E acordou.

A partir de agora, vocês podem acessar o TGFF no iG:

http://tgff.blig.ig.com.br/

See you there!



Escrito por Rogerio Andrade às 20h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




OWEN

A Inglaterra finalmente respira mais aliviada depois desses dois últimos jogos. Agora faltam três partidas e a tarefa ainda não é fácil: Estônia, em casa, 13/10; Rússia, fora, 17/10 e Croácia, em casa, 21/11. Veja aqui a classificação e a tabela:

http://soccernet.espn.go.com/group?league=uefa.euroq&stageId=uefa.euroq.group5.2008&cc=5739



"Double" de Owen, seus 39º e 40º gols pelo English Team

O time de Steve McClaren jogou assim:

01 Paul Robinson

02 Micah Richards
05 Rio Ferdinand
06 John Terry
03 Ashley Cole

07 Gareth Barry
04 Steven Gerrard
11 Joe Cole (Neville, aos 43 do 2º)
08 Shaun Wright-Phillips

10 Michael Owen (Downing, aos 45 do 2º)
09 Emile Heskey (Crouch, aos 35 do 2º)





Escrito por Rogerio Andrade às 19h59
[   ] [ envie esta mensagem ]




"QUERIA PODER VOLTAR NO TEMPO"



Já havia postado anteriormente que o atacante Lee Hughes (ex-west Brom e Coventry), preso em 2004 depois de matar uma pessoa em um acidente de carro, havia assinado com o Oldham, da 3ª divisão inglesa.
No dia 1/9, depois de ficar 3 anos preso, ele voltou aos gramados na derrota por 4 x 1 do seu time para o Hartlepool.
Antes da estréia, Hughes fez questão de se desculpar publicamente pelo acontecido: "Tenho plena consciência das minhas atitudes que resultaram na morte de uma pessoa e deixaram graves seqüelas em outra. Gostaria de poder voltar no tempo", disse Hughes. "Embora eu tenha cumprido uma pena imposta pela Justiça, eu sei que nada do que eu faça ou diga poda alterar o que aconteceu. Esta é a primeira vez que tenho a oportunidade de fazer um pedido público de desculpas pelas minhas ações e agora espero por uma oportunidade de reconstruir minha vida."

Hughes também revelou que fará parte de um programa comunitário para educar adolescentes e pretende também visitar jovens jogadores de clubes da Premier League. "Embora não faça parte do meu contrato, sempre foi minha intenção fazer um trabalho comunitário focado nos erros que eu cometi. Tenho a esperança que, de alguma forma, isso evite que outra tragédia ocorra. Se, ao fazer isso, eu puder ajudar ou persuadir pessoas a não cometerem o mesmo erro que eu cometi, eu serei uma pessoa mais feliz".

É o mínimo que se espera de alguém que fez o que ele fez, não é? Mas aqui o cara mata, não vai preso e, depois, ainda é pego dirigindo embriagado.


Escrito por Rogerio Andrade às 19h36
[   ] [ envie esta mensagem ]




ELIMINATÓRIAS DA EURO 2008

Amanhã tem Inglaterra x Rússia (16h, na ESPN). Uma vitória da seleção inglesa leva o time para a 2ª colocação do grupo. A Croácia lidera com 20, A Rússia tem 18 e is ingleses têm 17 pontos.
Como não falei nada sobre o jogo passado, aqui vão as notas do time de Steve McClaren. A imprensa inglesa considerou esse o melhor jogo do English Team sobre o comando de McClaren (pô, contra Israel é fácil, né?).

PAUL ROBINSON: jogo tranquilo pra ele.

MICAH RICHARDS: Outro excelente jogo do zagueiro do Manchester City, que na seleção joga de lateral direito. Ainda aproveitou uma saída ruim do goleiro de Israel para marcar seu primeiro gol no English Team.

RIO FERDINAND: Tranquilo. Neutralizou o fraco ataque israelense.

JOHN TERRY: Muita raça. Por cima e por baixo.

ASHLEY COLE: Poderia ter aproveitado melhor o espaço que teve na lateral. Já foi melhor.

SHAUN WRIGHT-PHILLIPS: Belo gol do ponta do Chelsea – seu segundo pela Inglaterra. Talvez o melhor em campo.

STEVEN GERRARD: Jogou com o dedo quebrado, mas nem deu para perceber. Sempre comandando as jogadas de ataque da Inglaterra.

GARETH BARRY: O meio campo do Aston Villa esteve em todos os lugares do meio campo, bons passes.

JOE COLE: Também esteve bem. Boa assistência no primeiro gol.

EMILE HESKEY: Quase marcou no seu retorno ao time inglês. Não chegou a fazer nada de excepcional, mas, com seu porte avantajado e muita movimentação, deu trabalho à defesa de Israel.

MICHAEL OWEN: Mesmo ainda fora de ritmo, o atacante do Newcastle, fez um golaço e ainda deu uma deslocadinha no goleiro no gol de Micah Richards.


ENTRARAM


ANDREW JOHNSON (no lugar de Heskey, aos 70): Só correu.

PHIL NEVILLE (no lugar de Gerrard, aos 70): Sem muito trabalho.

DAVID BENTLEY (no lugar de Wright-Phillips, aos 83): Estréia inesquecível do meia do Blackburn. Bentley teve pouco menos de 10 minutos para mostrar alguma coisa. A torcida inglesa, no entanto, mostrou que não ficou satisfeita com sua recusa em jogar o campeonato europeu sub-21 de seleções e o vaiou toda vez que pegou na bola.


Escrito por Rogerio Andrade às 18h28
[   ] [ envie esta mensagem ]




GUIA DOS EUROPEUS

O Guia dos Europeus já está prontinho e chega às bancas nesta sexta-feira, dia 7 de setembro. Está ainda melhor do que nos últimos anos, com uma série de novidades. A maior delas é a inclusão das fichas dos jogadores dos principais clubes, exatamente como no Guia do Brasileirão. No Guia você confere tudo sobre os campeonatos Alemão, Italiano, Inglês, Espanhol, Francês, Português e a Liga dos Campeões. E tem mais: Grego, Russo, Holandês, Tuirco e Ucraniano. É mole?



Escrito por Rogerio Andrade às 13h36
[   ] [ envie esta mensagem ]




A RODADA DO FIM DE SEMANA

ARSENAL 3 x 1 PORTSMOUTH



Com gols de Adebayor, Rosicki e Fabregas – as jovens estrelas do Arsenal -, o time de Gilberto Silva venceu fácil. Denilson entrou ao 15 e Eduardo aos 34 do 2º.

BLACKBURN 1 x 0 MAN CITY
Benny McCarthy (sempre ele) faz o gol da vitória contra o ex-100% Man City, de Elano (que foi titular) e Geovanni (que entrou aos 31).

ASTON VILLA 2 x 0 CHELSEA
Na semana passada, o zagueiro Zat Knight jogava pelo Fulham contra o Aston Villa no mesmo Villa Park. Naquele jogo, Knight fez, contra, o primeiro dos Villans na derrota de 2 x 1 do seu time. Hoje, uma semana depois, Knight foi contratado pelo time de Birmingham, seu clube de infância, e também fez o primeiro gol do jogo, só que a favor.
Pra apimentar ainda mais a história de Zat Knight, horas antes de ser apresentado no meio da semana à torcida, o zagueiro de 1,98cm foi levado algemado de sua casa em Birmingham para uma delegacia sob suspeita de tráfico de drogas. Libertado, pode se apresentar como o novo reforço de £3,5 milhões do Aston Villa. Ao que parece, o problema de tráfico é com seu irmão, Carlos Knight.
De volta ao jogo, foi a primeira derrota do time de Mourinho desde 20 de janeiro. Belletti e Alex começaam jogando. Lampard, machucado, ficou de fora.

MAN UNITED 1 x 0 SUNDERLAND
Talvez pelas ausências de Cristiano Ronaldo, Rooney, Giggs e Carrick (no banco), os atuais campeões novamente não foram bem. Mas venceram graças a um gol de cabeça de Saha, depois de um escanteio. Ânderson começou jogando mas não fez quase nada nos 45 minutos em que ficou em campo. Até Tevez estava mal.
O jogo foi marcado por duas homenagens. Roy Keane, ex-jogador do Manchester (aquele que fez o gol contra o Palmeiras no Mundial de Tóquio) voltou a Old Trafford pela primeira vez desde que saiu dos red Devils. Ele agora é o técnico do Sunderland. O outro homenageado foi o norueguês Solskjaer, que anunciou sua aposentadoria nessa semana.

LIVERPOOL 6 x 0 Derby
Meu Deus! O Derby parece um time de pub. Pelo menos metade dos gols do Liverpool foram consequência de entregadas da defesa dos Rams. Enfim, Xabi Alonso fez dois, Torres também, o holandês Babel fez o mais bonito e Voronin também deixou o dele. Foi um passeio. Lucas nem no banco.

NEWCASTLE 1 x 0 WIGAN
Aleluia!! Depois de 203 dias, a torcida do Newcastle pôde gritar gol. E foi só aos 42 do segundo tempo que Michael Owen conseguiu o gol da vitória sobre o modesto Wigan. Caçapa foi titular.

BOLTON 1 x 2 EVERTON
Demorou 11 minutos para que Ayegbeni Yakubu começasse a dar retorno aos £11,25 milhões que o Everton pagou ao Middlesbrough pela sua contratação - a mais cara do clube. Depois Anelka empatou. E nos acréscimos, Lescott fez de cabeça. Gravesen (lembram dele?) reestreou pelo Everton, de onde saiu para o Real Madrid.

MIDDLESBROUGH 2 x 0 BIRMINGHAM
Vitória indiscutível do Boro com gols de Wheater e do “selecionável” Downing. Rochemback foi substituído aos 38 do segundo tempo.

FULHAM 3 x 3 TOTTENHAM
Os Spurs fizeram 2 x 0. Depois fizeram 3 x 1 e, quando tudo parecia tranquilo para o técnico Martin Jol, o Fulham diminui e empata com Kamara aos 46 do segundo.

READING 0 x 3 WEST HAM
Com gols de Craig Bellamy (ex-Liverpool) e Etherington (duas vezes) o West Ham se vingou do contundente 6 x 0 que levou na última visita a Reading.

Escrito por Rogerio Andrade às 11h18
[   ] [ envie esta mensagem ]




A LISTA DE McCLAREN

Para as eliminatórias da Euro 2008 contra Israel (8/9) e Rússia (12/9) em Wembley:

GOLEIROS
Robinson (Tottenham)
James (Portsmouth)
Carson (Aston Villa)

ZAGUEIROS
Richards (Man City)
P Neville (Everton)
Ferdinand (Man Utd)
Terry (Chelsea)
Campbell (Portsmouth)
A Cole (Chelsea)
Shorey (Reading)
Brown (Man Utd)

MEIO CAMPO
Barry (Aston Villa)
Wright-Phillips (Chelsea)
Bentley (Blackburn)
Gerrard (Liverpool)
Hargreaves (Man Utd)
Lampard (Chelsea)
Carrick (Man Utd)
Downing (Middlesbrough)
J Cole (Chelsea)

ATACANTES
Owen (Newcastle)
Crouch (Liverpool)
Smith (Newcastle)
Johnson (Everton)
Defoe (Tottenham)
A Young (Aston Villa)


Escrito por Rogerio Andrade às 16h23
[   ] [ envie esta mensagem ]




OPS!!!

O meio campo da seleção inglesa Kieron Dyer fraturou a perna no jogo de ontem pela copa da Liga Inglesa. O jogador do West Ham de 28 anos foi contratado 13 dias atrás por £7milhões e deve ficar seis meses sem jogar. Como sempre acontece nesses casos, existe sempre uma imagem do segundo exato do lance. Na foto, nota-se que Dyer ainda não havia percebido o que acabara de acontecer. Impressionante!



O jogo contra o Bristol Rovers terminou 2 x 1 para o West Ham (dois gols de Bellamy). Joe jacobson do Bristol Rovers não levou nem cartão pela jogada.


Escrito por Rogerio Andrade às 12h24
[   ] [ envie esta mensagem ]




NO, THANKS

O goleiro do Manchester City, Kasper Schmeichel, já avisou que não jogará pela seleção inglesa. Quando chegar a hora, o filho de Peter Schmeichel irá optar pela seleção que jogou seu pai: a Dinamarca.
Kasper nasceu na Dinamarca, mas cresceu e se profissionalizou na Inglaterra o que lhe confere direito à cidadania inglesa. Por ironia do destino, Kasper joga hoje no Manchester City, arqui-rival da equipe que seu pai defendeu por vários anos, o United.

E eis aqui uma relação de outros jogadores que esnobaram a seleção inglesa e escolheram jogar por outra seleção. Na verdade, alguns deles foram esnobados:


3 - Marlon King ( Jamaica)
Nascido na Inglaterra. A família era jamaicana.

9 - James Morrison (Escócia)
Nascido na Inglaterra.

5 - Tony Cascarino (Irlanda)
Nascido na Inglaterra. Seu avô era irlandês. Anos depois descobriu que era adotado.

6 - Don Hutchison (Escócia)
Nascido na Inglaterra. A família era escocesa.

8 - Vinnie Jones (País de Gales)
Nasceu na Inglaterra. A avó materna era Galesa.

1- Schmeichel (Dinamarca)
Filho de Peter Schmeichel, nasceu na Dinamarca, mas cresceu na Inglaterra.

10 - Mick McCarthy (Irlanda)
Nascido na Inglaterra. Seu pai era irlandês.

2 - Clinton Morrison (Irlanda)
Nascido na Inglaterra. A avó era de Dublin.

4 – Ryan Giggs (País de Gales)
Nascido em Cardiff, mas mudou-se para a Inglaterra ainda criança. Chegou a jogar pela seleção inglesa de estudantes.

11 - Freddy Eastwood (País de Gales)
Nascido num trailer. Seu avô era galês.

7 - Simone Perrotta (Itália)
Os pais tinham um pub em Manchester, onde ele nasceu. Quando Perrota tinha seis anos, os pais voltaram para a Itália.


A brincadeira foi feita pelo tablóide inglês The Sun.

Escrito por Rogerio Andrade às 19h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




THE BABY-FACED ASSASSIN

Ole Gunnar Solskjaer, o "assassino com cara de bebê", anunciou sua aposentadoria. Ele fez 11 gols na temporada passada, mas lutava contra um problema crônico no joelho. O norueguês de 34 anos jogou 11 pelos Red Devils, fez 126 gols e conquistou todos os títulos possíveis. O mais importante deles foi o da Liga dos Campeões de 1999. Na final contra o Bayern de Munique, Solskjaer fez o gol da vitória de sua equipe aos 47 do segundo tempo. Naquele ano, o Manchester United conquistou a tríplice coroa inglesa (Liga dos Campeões, Liga Inglesa e FA Cup). E ainda no final daquele ano, os Red Devils derrotaram o Palmeiras na final do Mundial Interclubes.
Solskjaer deve seguir no clube como embaixador.

"Marcar um gol no meu primeiro jogo, olhar pra trás e ver Eric Cantona ser o primeiro correndo em minha direção para comemorar, aquilo me fez perceber ‘Agora estou no Old Trafford’"
Solskjaer lembra de seu primeiro gol pelo Manchester, em 25/08/96. Foi o gol de empate contra o Blackburn, 6 minutos depois de ter entrado.

Solskjaer comemorando o gol do título contra o Bayern, em 1999.

Escrito por Rogerio Andrade às 12h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




O VETERANO ESPANHOL DE 20 ANOS

O Guardian publicou um perfil legal do espanhol Cesc Fabregas no sábado, dia de Arsenal x Man City. Extrai umas coisas interessantes da entrevista, que dificilmente se ouve de um jogador de futebol. Muito menos de um de 20 anos.


Fabregas marcou o gol da vitória contra o Man City.

SOBRE HENRY:
"Henry é o melhor jogador com quem eu já joguei. Sem dúvida. Mas tem um outro fator. Ele é o Thierry Henry. Quando eu cheguei, eu sentia que era pequeno e que ele era grande. Eu ficava intimiddo. Quando eu tinha a bola, sentia que não tinha escolha, tinha que procurá-lo. Eu fazia isso porque, primeiro, ele era o melhor e, segundo, eu me sentia na obrigação e passar a bola pra ele. Sua personalidade é tão forte que quase te força a se sentir dessa maneira. Eu precisava que ele me dissesse: "olha, vc não precisa passar a bola pra mim toda hora". E uma vez ele disse isso. Eu me senti mais livre e passei até a dar mais assistências a ele."

SOBRE A PAIXÃO PELO FUTEBOL:
"Às vezes, minha namorada briga comigo porque, enquanto eu converso com ela, fico assistindo um jogo sem importância entre dois times pequenos da Holanda. Ou fico assistindo o tape de um jogo que já vi umas quatro vezes. Ela fica nervosa porque só penso em futebol, futebol, futebol. Talvez quando eu estou vendo um jogo ou assistindo de novo uma partida para ver o que fiz certo ou errado é quando eu paro para refletir."

SOBRE O INÍCIO DA CARREIRA EM LONDRES:
"Quando eu fiz meu primeiro gol, contra o Wolverhampton, fui pra casa e comemorei tomando uma coca-cola e comendo um kinder ovo. Até hoje eu vou duas vezes por mês visitar minha antiga landlady (proprietária da casa onde ele era inquilino) irlandesa. Noreen é uma senhora muito legal que ajudou muito a mim e ao Senderos quando moramos com ela e seus filhos. Passei dois anos lá."

Quem quiser ler a íntegra, em inglês: http://football.guardian.co.uk/News_Story/0,,2156108,00.html

Escrito por Rogerio Andrade às 15h41
[   ] [ envie esta mensagem ]




A RODADA DO FIM DE SEMANA

Arsenal 1 Manchester City 0

O Man City voltou ao seu normal. Jogou pouco, sem muitas ambições e acabou levando o primeiro gol no campeonato inglês. Gol de Fabregas, a 10 minutos do final. Van Persie já havia perdido um pênalti minutos antes. Elano foi razoável, perdeu um gol, assistiu Petrov em outra oportunidade e acabou substituído pelo outro brasileiro da equipe, Geovanni. O ex-cruzeirense fez muito pouco também. No Arsenal, Gilberto Silva começou jogando. Denílson entrou no lugar de Sagna (machucado) e o brazuca croata Eduardo entrou no lugar de Adebayor. Apesar do pouco tempo e poucas oportunidades no jogo, nas vezes que pegou na bola, Eduardo deixou boa impressão.

 

Chelsea 1 Portsmouth 0

O Chelsea de sempre. Gol numa boa jogada entre Drogba e Lampard. Belletti entrou no 2º tempo. Alex ficou no banco.

 

Everton 1 Blackburn Rovers 1

Ainda esperando a estréia da grande contratação da temporada, o nigeriano Yakubu, o Everton sofreu pra conseguir um ponto. Roque Santa cruz marcou de novo pelos Rovers.  

 

Sunderland 0 Liverpool 2

Os Reds jogaram fora de casa sem Gerrard, enfrentaram uma torcida hostil, conseguiram três pontos e vão deixando uma impressão que irão lutar pelo título. Lucas e Fábio Aurélio nem no banco ficaram.

 

Bolton Wanderers 3 Reading 0

Anelka foi peça importante na vitória incontestável do Bolton. O técnico Sammy Lee, que estava com a corda no pescoço, agradece.

 

West Ham 1 Wigan 1

Apesar das contratações, o West Ham ainda não mostrou que vai ser um time lutando por vaga na Europa.

 

Derby County 1 Birmingham City 2

Double de Jerome dá a 1ª vitória ao Birmingham.

 

Aston Villa 2 Fulham 1

Maloney fez o gol da virada aos 45 do 2º.   

 

Middlesbrough 2 Newcastle 2

Viduka marcou seu primeiro gol no Newcastle. O seu 150º no futebol britânico. Cláudio Caçapa entrou no 2o tempo no Newcastle e Fabio Rochemback, do Middlesbrough, começou jogando.

 

Manchester United 1 Tottenham 0

O técnico Martin Jol pode ter dado adeus ao Tottenham com esse resultado. O seu time merecia um resultado melhor, teve chances de sair na frente, de empatar, mas um chute de longe de Nani decretou a vitória do Manchester. Os Spurs reclamaram muito de dois pênaltis não marcados, que pra mim, não existiram. Ânderson nem no banco ficou.

 



Escrito por Rogerio Andrade às 13h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




DANIEL ALVES, ROBBEN, HEINZE

O Chelsea ofereceu €36 milhões, o Sevilla queria €42 milhões. O Chelsea foi atrás de Belletti e ofereceu €5,5 milhões. O Barça disse "leva". Ninguém discute que Daniel Alves é muito melhor que o Belletti, mas acho que o Chelsea saiu ganhando no custo-benefício. Duro agora para o Daniel Alves é esquecer que poderia ter sido a contratação mais cara da temporada e ter ido para um dos clubes mais ricos do mundo.

Falando em negociação mais cara da temporada, Robben foi mesmo para o Real Madrid: €36 milhões. O holandês vai formar dupla de ataque com o compatriota Van Nilstelrooy. Teoricamente, os dois se completam, mas nunca se acertaram na seleção holandesa.

E por falar em "leva", o Manchester United se livrou de Heinze por €12 milhões. O argentino também acertou com o Real Madrid. Digo "se livrou" porque o argentino já não tinha mais clima para continuar no clube. Ele chegou a acertar tudo com o Liverpool, mas o Manchester não quis reforçar o rival pelo preço previamente combinado. Impasse criado, o caso teve que ser decidido pela Premier League, que deu razão ao Manchester. Sendo assim, os Red Devils trataram de arrumar um outro comprador no continente.

Escrito por Rogerio Andrade às 17h20
[   ] [ envie esta mensagem ]




OUTRA VEZ OS ALEMÃES

Sete anos depois do último jogo no velho Wembley, a Inglaterra novamente foi derrotada pelos alemães. Justo pelos alemães.
Lampard abriu os placar, depois de grande de Micah Richards. Kuranyi empatou numa bobeada do goleiro Paul Robinson e o estreante Pander, com um pombo sem asa, fez o gol da vitória.

Paul Robinson
Não achei que foi tão peru assim, mas o goleiro do Tottenham não tem muito crédito com o torcedor inglês. Aí já viu.
Sub. David James
De volta ao time, o veterano goleiro pode ter garantido um lugar para as eliminatórias da Euro.

Micah Richards
O garoto de 19 anos do Man City foi um dos melhores em campo. Criou a jogada do gol e estava passeando na lateral. Depois inexplicavelmente foi pra zaga. Pode ter vida longa na English Team, já que ninguém aguenta mais o Gary Neville.

Rio Ferdinand
O péssimo começo de temporada do Manchester continuou na Seleção.
Sub. Wes Brown
Entrou na lateral direita.

John Terry
Ainda se recuperando de uma contusão no joelho. Não comprometeu.

Nicky Shorey
Muito discreto. Poderia ter aproveitado melhor a oportunidade.

David Beckham
Correu como um garoto e deixou Smith na cara do gol com um passe de cinema.

Michael Carrick
Ficou patrulhando seus quatro zagueiros. Errou muitos passes.
Sub. Gareth Barry

Frank Lampard
Vaiado antes da partida, fez um belo gol. Talvez em represália, não comemorou muito.

Joe Cole
O mais perigoso jogador da Inglaterra. Ainda busca a melhor forma depois de uma contusão grave no joelho.
Sub. Wright-Phillips

Alan Smith
Foi bem criando oportunidades para o time.
Sub. Peter Crouch

Michael Owen
Primeiro jogo como titular da temporada. Apesar da falta de ritmo, conseguiu criar duas boas chances de gol.
Sub. Kieron Dyer




Escrito por Rogerio Andrade às 16h37
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  08/04/2012 a 14/04/2012
  27/01/2008 a 02/02/2008
  09/09/2007 a 15/09/2007
  02/09/2007 a 08/09/2007
  26/08/2007 a 01/09/2007
  19/08/2007 a 25/08/2007
  12/08/2007 a 18/08/2007
  05/08/2007 a 11/08/2007
  29/07/2007 a 04/08/2007
  22/07/2007 a 28/07/2007
  27/05/2007 a 02/06/2007
  20/05/2007 a 26/05/2007
  13/05/2007 a 19/05/2007
  06/05/2007 a 12/05/2007
  29/04/2007 a 05/05/2007
  22/04/2007 a 28/04/2007
  15/04/2007 a 21/04/2007
  08/04/2007 a 14/04/2007
  01/04/2007 a 07/04/2007
  25/03/2007 a 31/03/2007
  18/03/2007 a 24/03/2007
  11/03/2007 a 17/03/2007
  04/03/2007 a 10/03/2007
  25/02/2007 a 03/03/2007
  18/02/2007 a 24/02/2007
  11/02/2007 a 17/02/2007
  04/02/2007 a 10/02/2007
  28/01/2007 a 03/02/2007


Outros sites
  A Bola na Bota
  Buela de Capotón
  Carta Bomba
  Blig do Repórter
  Placar
  Liverpool
  Arsenal
  Tottenham
  Manchester City
  Manchester United
Votação
  Dê uma nota para meu blog